Login
Senha

Rua Fernando Menezes de Góes, 397 Sala – 101 – Ed. Lucílio Cobas
Pituba - Salvador-Bahia
CEP: 41.810-700
Fonefax: (71) 3347-7981

e-mails:
camp@campconsultoria.com.br

 
 
20/2/2013 14:46:15
Governo ainda estuda mudança das regras do PIS e da Cofins

O secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, informou na sexta-feira passada que não há uma data para o governo encaminhar ao Congresso Nacional a proposta de reforma do PIS e da Cofins. Segundo ele, o objetivo da mudança é melhorar a devolução de crédito tributário. "Será uma reforma ampla e de impacto fiscal elevado", disse Barbosa. Segundo ele, por se tratar de uma mudança mais abrangente, o governo ainda não tem previsão de prazos. Barbosa fez as afirmações durante o encontro do G-20 (grupo das 20 maiores economias do mundo), em Moscou. A ideia é unificar o PIS e a Cofins, formando uma espécie de imposto único sobre valor agregado (IVA). A mudança foi considerada prioritária pela presidente Dilma Rousseff, que desejava anunciar as novas regras ainda neste semestre, conforme noticiado no final do mês passado. Ela já disse que quer fazer de 2013 o ano da desoneração tributária. Para tanto, será necessário um consenso na área econômica para a estratégia de implantação da mudança. Há dúvidas, pois a alteração envolverá perda de receitas e há pouco espaço no Orçamento da União para novas renúncias. Barbosa destacou que o governo tem feito várias desonerações e lembrou que o governo incluiu na proposta de Orçamento deste ano a possibilidade de abater da meta fiscal R$ 20 bilhões, que deixarão de ser recolhidos em função da renúncia fiscal de futuras reduções tributárias. Barbosa explicou que o governo, a cada nova desoneração, fará uma estimativa de renúncia fiscal antes e depois da sua implementação para calcular o valor que será abatido do superávit primário. O secretário disse que algumas desonerações, como a de IPI e da folha de pagamento, feitas em 2012, podem ser calculadas com mais precisão. O cálculo do valor das desonerações, a ser deduzido da meta fiscal, foi uma das principais críticas do mercado à decisão do governo. Em relação à redução da tributação sobre o etanol, Barbosa disse que essa é parte de uma discussão maior de um grupo de ações, que incluem investimentos no setor. Ele afirmou que não há decisão sobre o tema. Fonte: Diário do Comércio e Indústria
 
Leia Também:
 
Alteração na cobrança do ISS faz justiça com municípios pequenos, diz Eures Ribeiro
A ECF, novidade neste ano, substitui a DIPJ; objetivo é eliminar erros no preenchimento do sistema antigo da Receita Federal
Devedor do MEI pode ser barrado em financiamentos e acesso à previdência
Veja como regularizar sua empresa e se tornar um Microempreendedor Individual
Arrecadação recua 2,8% e tem o pior primeiro semestre em quatro anos
Microempreendedor Individual: acerto de contas com a Receita vai até fim do mês de Maio
Congresso Nacional promulga mudança no ICMS do comércio eletrônico
Receita disponibiliza serviço para verificação de débitos com o Simples
Crise econômica em 2014 concentra-se em empresas do setor financeiro
Parecer referente Projeto REFIS- Dispensa Multas e Juros - Controvérsia
 1 2345678-16
 
 
 
Find out what rolex replica watches will be up to next. To wrap things up, we visit the replica watches of one of the most revered and prominent independent rolex replica watches store. It a charming watch for sure, with an interesting stepped case construction, creamy ivory dial, and unique replica watches style hour and minute hands. For readers lucky enough to be considering a new perpetual calendar, this has got to be one of your top considerations. Only a handful of brands can lay claim to having been on the moon. One of such watches to make its way to the moon was a chronograph by rolex replica uk worn by astronaut 2017 replica watches. rolex replica watches, keen to impress upon the world its space credentials, released a modern. For 2017, they are updating that modern reissue with a new rolex replica sale and stealthier model that you see here.